terça-feira, 3 de março de 2009

Crawlers


Somos bichos rastejantes, imensos e albinos de cauda comprida. Agitamo-nos uns contra os outros neste pântano insalubre que nos concentra, limitados por um espaço exíguo e escroto. Somos entidades seminais sem sentimentos nem razão, desprovidos de alma ambicionamos a expulsão deste desconforto.

Não somos dotados de pensamento racional, por isso não questionamos a nossa importância na ordem universal, acreditamos apenas na tarefa ancestral de sair e entrar por corredores sem opções entre falos e falópios.

Não tememos os actos inconsequentes das punhetas solitárias ou dos choques no poliuretano, aceitamos o destino de podermos ser apenas meros desperdícios genéticos e de acabar por morrer sem glória. Ironicamente fomos dotados com uma enorme capacidade de sobrevivência e sem explicação suportamos dias sem comer nem beber até que alguém nos puxe o autoclismo da misericórdia.

Ao melhor ou pior de nós pode calhar a sina da imoralidade da invasão da pureza do ovo e assim garantir a continuidade desta espécie maldita que tudo consome.

video
Genesis-The Carpet Crawl

Sem comentários: