sábado, 11 de abril de 2009

La Cucaracha



As mulheres não gostam de baratas, aliás as mulheres odeiam baratas, algumas até têm horror de baratas. Sempre que uma mulher grita de pânico e aponta a tremer para um canto da sala, compete ao homem com calma e sem desdém agarrar na vassoura, esmagar o bicho, varre-lo discretamente para longe da sua vista e só depois acalmá-la com carinho, respeitando e compreendendo que não é medo, porque mulher que se preza não têm medo, é mais nojo, porque aquilo é nojento, rasteja, transmite doenças e sabe-se lá por onde andou. Depois na pele do herói, pode o homem agradecer ao destino ou à sua crença Divina a presença do insecto e recolher os proveitos, primeiro um beijinho, depois um “o bicho nojento já está no lixo, amanhã vou ver se descubro por onde entrou”, depois uma carícia, um sopro suave, uma mão matreira, um humedecer de lábios, um descasar de botões, um decorrer de fechos e por fim misturam-se os suores , salivas e outros fluidos a gosto.

Mas as baratas não nos trazem só alegrias, infelizmente as mulheres gostam tão pouco de baratas que as usam como o ínfimo padrão de comparação para nos adjectivarem quando lhes caímos em desgraça.
O homem barata é o nível mais baixo da cadeia social, um ser desprezível, insignificante, asqueroso, sem princípios cuja única finalidade é a de ser esmagado naquela carapaça estaladiça e expurgar o pus esbranquiçado que se lhe alberga no corpo.

Resta-nos arrastar as patitas e procurar o abrigo de um cantinho mais escuro e fresco.
video
Chingon (Feat. Robert Rodriguez)-Cuka Rocka

20 comentários:

vita disse...

looool

Cá em casa sou eu que mato baratas, coisa que não há...mas se houvesse matava;)

lol

Pronúncia disse...

Ora aí está um bicharoco que me mete um asco enorme.

Ainda bem que é raríssimo ver uma ao vivo e a cores!

LBJ disse...

Vita,

Pois , sempre me pareceste Mulher para esmagares as tuas próprias baratas ;)

LBJ disse...

Pronúncia,

O bichinho anda por cá há uns anitos, é muito subvalorizado e ainda vai cá estar por muito tempo, não te lembras do “Day After? “ Olha que é difícil que vejas uma a cores, aquilo oscila pouco entre o castanho e preto:)

Pronúncia disse...

Pois sim, mas já vi uma bem vermelha que aquilo era um nojo...

Eu sei que elas já por cá andam há muito tempo... mais do que nós. E quando nós desaparecermos da face da Terra o mais provável é elas continuarem por cá. Não é por isso que deixam de ser nojentas.

LBJ disse...

Pronúncia,

Já percebi, olha fica desde já combinado que se te alguma vez te aparecer alguma, chamas que eu vou a correr matar o bicho:)

Pronúncia disse...

Muito obrigada!

Apesar do nojo, asco e afins ainda sou bem capaz de lhe tratar da saúde... ou melhor da falta dela :D

Se não voltar cá mais, desejo-te Boa Páscoa!

Cuidado com as amêndoas, não comas muitas. Para além de fazerem mal à dentuça fazem mal à linha ;)

LBJ disse...

Pronúncia,

Assim perco a oportunidade de me armar em valente, isto das mulheres serem corajosas cortam-nos as oportunidades…
Obrigado pelos conselhos, com os dentes tenho que ter cuidado, já a linha a piscina ajuda:)

mf disse...

Ná... Com baratas não vais lá, por estes lados... É demasiado pequena para eu ter medo... E, provavelmente, nem a matava: pegava nela e metia-a lá fora. Manias...
Há outros bichos, contudo...

mf disse...

E olha lá... Afinal, a gente a pensar que os homens gostavam tanto de nós que até matavam isto ou aquilo... Afinal querem é recompensa... 'Tou-te a ver...

ipsis verbis disse...

Detesto-as. Nojo! uma vez, tiveram que me tirar um spray de mafu (ou lá o que era) das mãos porque eu continuava a massacrar a barata já morta... (e de certeza que foi de afogamento)
Não estou orgulhosa. Mas é mais forte que eu. Bilhéque!

forteifeio disse...

LBJ

Grande som, mais uma vez conseguiste-me surpreender. Obrigado.

É que gosto mesmo de aprender

LBJ disse...

Hedgie.

A teoria também se aplica a outros bichos, osgas, aranhas, ratos, Koalas, vendedores de crédito mal parado, etc.

Pois então... recompensa é tão bom, queremos tudo a que temos direito…

LBJ disse...

Ipsis,

Afogada, hahahahaha. Ora até que enfim que aparece uma Mulher a quem se pode aplicar a técnica da baratinha:)

O que é “Bilhéque”?

LBJ disse...

Forteifeio,

Como sou meio louco, por aqui será sempre “expect the unexpected” :)

Sei que gostas de aprender, muitas pessoas gostam de aprender mas poucas tem a coragem e a humildade de assumir que aprendem algo perante os outros, meu amigo não percas essa qualidade que te faz maior… Obrigado.

ipsis verbis disse...

bilhéque é uma onomatopeia:

"- que barata tão gorda e suculenta!
- bilhéque que nojo!"

:D

LBJ disse...

Ipsis,

Aaaah já percebi, obrigado por me ensinares:)
Onomatopeia Centopeia barata tem tudo a ver, fizeste um trocadilho sem querer:)

Jane Doe disse...

Eu comentei sim!!!!

Grrrrrrrrrrrrrrrrrrr

Ah, era pequeno... e no meio de tanta resposta passou despercebido.

Estou a ver, estou a ver...

Ora bem...
Detesto baratas. Verdade. Mas geralmente sou eu que as mato. Quando as há. Quando era miuda, havia tanta barata em casa (um res do chão antigo) que eu tinha pesadelos com elas.

Eu até ratos (pequenos, vá) já matei.

Agora... A parte do homem chegar como salvador e e acalmar-me... Pois claro. Como se eu fosse esperar pelo homem para a matar. A única vez que pedi a um homem para matar um bicho desses, porque me pude dar ao luxo de o fazer, foi uma aranha. E sabes o que é que o gajo fez? Fez a aranha subir-lhe para a mão, e andou atras de mim a meter-me medo. Depois soltou-a na rua e deixou-a seguir o seu caminho. Gesto bonito pois claro.

LBJ disse...

Jane,

Eu sei que comentaste, repara nas datas dos posts e vês que não tens razão no teu protesto, já agora obrigado por teres comentado:)

Também me pareces bem capaz de matar a tua bicharada rasteira.

Se calhar até achaste carinhoso o gesto que contaste, é uma variante ,o mesmo objectivo, os homens são lixados.

Hola, encantat de conocer-te , si us plau acepta el meu gracies…
(bendita wikipidia que nos faz parecer cultos:)

ipsis verbis disse...

De nada. :)