domingo, 15 de março de 2009

Musica



Ela é a minha amante, puta e meretriz. Apaixonei-me por todas as formas e ritmos com que se me insinua.
Amo-a enquanto requintada, pura, crua, simples, doce, amarga, clássica, popular, simbólica, profunda, mensageira, dura e sobretudo quando vibra na ponta da língua de outra mulher.
Procuro-a para o despertar de um bom dia, para secar uma lágrima, para estimular raivas e na memoria como referencia do tempo passado.
Inútil na habilidade de a fazer crescer, apenas tenho a capacidade de a escutar e neste espaço de a dar um pouco mais a conhecer.
video
John Miles-Music

Sem comentários: