terça-feira, 27 de julho de 2010

Lua plena


Esta Lua que se me enche não me faz crescer pêlo ou presa ou uivo ou sede rubra. Esta Lua que se me enche desperta-me a vontade do esquecer e da nudez e do suor e da paixão e de ser e de ti. Esta Lua que se me enche preenche-me.

Quero a minha Lua cheia a dançar num reflexo de mar sereno neste calor que estende o dia na noite. Quero o cálido pálido dos seus raios a brilhar-te nos olhos e no cabelo e na gota de suor que te escorre dos seios. Quero o seu baptismo num beijo e a sua maldição num orgasmo. Quero a minha Lua cheia bem cheia do teu cheiro em contraste com o moreno da cor da pele que se estende suave dos teus ombros. Quero cobrir-te do seu brilho com a minha sombra.

Esta Lua que se me enche saúdo-a com silencio na partilha de um abraço e com canção na partilha de um espaço. Entre ritmos na contraluz e travo de ébrio ligeiro rodopiamos na simula de um tango e desejos de outra latitude. Esta Lua que se me enche e preenche e me fascina e te aproxima e nos renova na promessa de um novo ciclo plenos de Lua.


Waterboys - The Whole of the Moon

14 comentários:

Cenourit@ disse...

Gostei muito desta lua! Parece-me até, que encontrei lá o lobisomem... disfarçado!

E, Waterboys... que belo som!

Francisco Vieira disse...

Grande texto, oh meu :-)
Grande com todas as letras em maisculo. Parabens!

Abracos

Bongop disse...

Eu tenho um telescópio em casa!
:P
(mas a sacana da Lua teima em ficar do lado da casa em que eu não consigo montar o telescópio)
Hoje era fixe! Grande e gorda!
:P




(Tenho os pelos a crescer...)
:D

JP disse...

LBJ,
ora aqui está um regresso nada aluado. :-)
Abraço

JP disse...

Bongop,
Para aprecia a beleza da Lua através de um telescópio... observa-a quando está crescente ou minguante. A fronteira entre a luz e a sombra é um espectáculo.
Abraço

Storyteller disse...

Belíssimo! Um regresso em grande!

XR disse...

Venho visitar-te de vez em quando - e o ritmo aumentou quando uma amiga começou a colaborar convosco noutras paragens.

Este texto fez-me sorrir - e muito.
O sorriso cheio, sacana, de quem sabe do que estás a falar mas não conta.
Não é que na verdade saiba o que quiseste dizer - mas sei de que falas... porque a Lua sabe os segredos de muita gente. Sabe os teus e também sabe os meus; e foi isso que me fez sorrir, ao recordar uma noite de luar.

A magia das palavras está em despertar imagens nos outros. Falando de algo próprio acendem-se evocações terceiras. Este teu texto fê-lo de forma imparável...
Porque em certas noites, quando a lua está tão amarela que parece um queijo... há uivos que não são de lobos. Só sabe quem lá esteve - e a Lua.

LBJ disse...

Cenourit@,

O lobisomem que eu conheço já não se disfarça ;)

É um belo som sim senhora.

Beijos para ti e para a malta toda da tasca.

LBJ disse...

Boa tarde Francisco,

Obrigado e aproveitando a ocasião, para quem não sabe aqui o Francisco é um chefe de mão cheia e abriu um restaurante fantástico no Porto e quem andar por lá recomenda-se, mais informações aqui: http://namoradodaria.blogspot.com/2010/07/casa-da-ria_20.html

Grande Abraço

LBJ disse...

Bongop,

Tu espreitas pelo lado errado :D

Os meus também crescem, mas vou rapando pelo menos dia sim dia não :)
Abraço

LBJ disse...

JP,

Obrigado, é sempre um prazer ter-te por cá.
Sabes que nunca consegui mexer num telescópio, tinha um quando era miúdo e mexi noutro há relativamente pouco tempo, sempre com resultados desastrosos…

Abraço

LBJ disse...

Story,

Obrigado, sempre amorosa nas tuas palavras :)

Beijos lambuzados daqueles que dizes que não gostas

LBJ disse...

XR,

Muito bem vinda e volta mais vezes por favor.


A Lua sabe porque tudo vê :)

Beijo

PS. Aproveito para pedir desculpas a quem tem por aqui passado e comentado, pela ausência das minhas respostas. Prometo tentar ser mais assíduo. Também vou tentar visitar os vossos cantos de forma mais regular.

Storyteller disse...

Não sei porquê, mas senti um ligeiro tom de sarcasmo nas tuas palavras. Amorosa?!? Eu?!? Fiquei mesmo na dúvida se estás a falar a sério ou se é mesmo brincadeira. Deve ser do sol: está a fazer-me mal à moleirinha!

Beijos lambuzados! Ora toma!