sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Diário de um louco impoluto – Dia 18


Estamos nus de joelhos sentados no chão. Uma garrafa que já esteve cheia no inicio da noite e apenas um copo entre os corpos nus sentados sobre os joelhos no chão. Beijo-lhe os lábios e pauso-me na humidade que lhe enche os olhos. Apenas um copo tão pequeno que se consegue ocultar na palma de uma mão. Apenas um copo agora vazio de humidade e que encho pausado nos seus olhos que me bebem de desejo e sem a deixar de olhar bebo de um trago, bebo sem o beber do engolir e retenho o liquido que me arde dentro da boca e permito que o fogo do álcool me adormeça a língua e sinto que me seca a saliva como um rio seca uma gota de chuva.

Colo os meus lábios aos seus e controlo um fio de fogo fluido que se escorre entre as bocas, o destilado ganha na transferência cambiantes adocicados pela adição do meu sabor e pauso pausado nos seus olhos para que o possa engolir e repito o beijo de fogo fluído até deixar apenas na boca aquele que sei ser o meu quinhão e engulo-o. Estamos nus de joelhos sentados no chão com os braços entrelaçados em abraço e sinto o seu peito perdido no meu e percorro-lhes as costas apenas com a suavidade das impressões dos dedos, como se maior pressão a pudesse esmagar. Beijamo-nos agora sem o fogo fluido mas com o fogo da paixão e não há tesão física entorpecida pelo efeito do álcool, apenas tesão emocional que bebemos dos lábios um do outro.

Volto a encher o copo e volto a vazá-lo de um trago e evito os seus lábios que se procuram insinuar nos meus, volto a pausar-me nos seus olhos e digo-lhe com os meus que espere, percorro com o liquido toda a boca, deixo que me expanda a carne e os sentidos, que me entonteça a língua e por fim mergulho os lábios em bico na sua boca e liberto o fogo que a faz engasgar e sinto o pulsar do seu corpo e o ar que lhe sai com aromas de inebriar e engulo o que me resta e sufoco-a com um novo beijo e acabamos a rir de lágrimas nos olhos antes do abraço doce do consolo.

Já não há liquido na garrafa e o copo já não está entre os nossos corpos nus e rolou para longe dos joelhos sentados no chão e estamos com as testas coladas e os olhos desfocados e pausados um no outro, vazios e cheios de significado as minhas mãos acariciam o seu peito e as suas acariciam-me o sexo tão adormecido como a minha língua, mas ambos sabemos que hoje o nosso sexo não terá penetração, fodemos com os sentidos ampliados ou alterados, fodemos ou amamos e neste instante não faz qualquer diferença, sentimo-nos completamente um do outro, dois corpos nus apartados por um espaço que já não existe.

Um de nós pega na garrafa e tenta encontrar um resto de bebida sacudindo-a sobre o copo que não sei como voltou a estar entre nós de joelhos sentados no chão e o outro ri-se, não sei qual de nós sacode a garrafa nem qual de nós se ri mas sei que um de nós beijou o outro com os lábios bem abertos e sem língua e lembro-me de pensar que é difícil beijar sem língua e que um bom beijo não tem sempre que ter língua. Depois olhou para a foto da criança que brincava e começou a chorar e eu quis beber as suas lágrimas como se assim conseguisse secar a sua fonte e voltar a tê-la só para mim.

Tudo se move em movimento lento mas gira em redor destes corpos que já não conseguem perceber que já não estão de joelhos sentados no chão e começamos a dizer coisas um ao outro que não queremos dizer e calamo-nos um ao outro com beijos que acabam por nos reduzir a dois corpos que respiram e que suspiram e que se adormecem nos braços um do outro com a esperança que o dia amanheça sem lembrança e sem ressaca ou pelo menos sem arrependimento.


Pink Martini- Kikuchiyo To Mohshimasu

43 comentários:

Storyteller disse...

Brutal! Que sensualidade tremenda! Há lá melhor forma de beber que não esta?

Mais uma vez, classifico um texto teu como brutal. A primeira vez que o fiz foi, se estou bem lembrada, no teu texto «Quero-te».

Tal como disse na altura, pode parecer um pouco tonto da minha parte classificar algo tao belo, tão poderoso, tão penetrante, de brutal mas o que eu quero dizer é que é um texto muitíssimo forte e com uma beleza extraordinária.

Na zdorovia!

Francisco Vieira disse...

Ah Grande Jesus! Assim e que se faz amor! Para foder ha sempre tempo...
Um grande abraco. Gostei
Uma boa noite para ti

Abobrinha disse...

Bem, espero que não fosses conduzir depois! Afinal, "não há tesão física entorpecida pelo efeito do álcool", pelo que estou a ver que no carro a coisa correria mal.

Acho que o texto só peca por não ter o aviso "se beber não conduza", mas eu faço aqui o papel de ASAE.

Fairy disse...

L-I-N-D-O! Mesmo... O texto transpira sensualidade. E, com a qualidade habitual, a vizualização da cena é inevitável... Mesmo muito muito bom.
Bom fim de semana.
Beijinho*

Vani disse...

Enaaaaaa! :)))))))))

DREAMS disse...

Bom dia LBJ

valeu a pena esperar, esta muito, mas muito bom.... Parabens!!! vou ficar a espera do desenrolar da estoria :-)

jokas
Ana

catwoman disse...

Bem, acho que sou mesmo cota, o texto acho-o intenso. Mas a mim a mistura de sexo e destilados não me atrai, não nesta medida que apresentas aqui.Sou mais emocional, o que me dá a sensação no texto é que a sensualidade é provocada pela bebida e, para mim, ela perde todo o sentido assim.
não quero estar a criticar-te o texto está bem construído, como já te disse é, de facto, intenso; vejo que voltaste à lavandaria:) ;mas se calhar é mesmo verdade que sou cota. Para mim é acima de tudo a emoção e as sensações e se elas estão entorpecidas pelo álcool... Vou-me antes que fiques zangado comigo. Bjs, muitos (para me desculpar).

Fada disse...

LBJ:

Desenharam-se contornos em pontas de dedos suaves, beberam-se e apagaram-se tristezas em fogos acesos de sonhos...

Haverá forma melhor de sentir alguém?...


Beijo, amigo, desculpa a ausência...
Abracinho bom :)

Pronúncia disse...

Que te posso dizer mais que ainda não te tenha já dito?!
E sabes que não gosto de ser repetitiva... ;)

Este louco pode ser muitas coisas... menos louco!

Bêjos, LBJ!

Ana GG disse...

Uma escrita que se sente!






Roubando a frase da Fase, "desculpa (também) a minha ausência"

um beijo

Bongop disse...

Bem... tinhas prometido um texto "sensorial" e pronto! Ele aí está, muito vivo, muito cheio de emoções à flor da pele e com uma acção bem lenta, mas bem cadenciada, para prender o leitor!
:)

Abraço

rose disse...

As iluminações encaminham-me sempre para Rimbaud em que a cerveja é no inferno.Ao invés ,aqui parece levar ao paraíso ;)

AnaMar (pseudónimo) disse...

Completamente rendida a uma escrita sentida, a sentir(es) experimentado(s), a uma fantasia concretizada.

A força da prosa no verbo DEGUSTAR.
Adorei.
Bj

MJ Pratt disse...

A espera foi longa, mas valeu a pena!
Mais uma vez, brindas-nos (e desta vez de uma forma bastante literal) com um texto magnetizante.
Muito belo, mesmo!

Beijos

VCosta disse...

"Beijamo-nos agora sem o fogo fluido mas com o fogo da paixão e não há tesão física entorpecida pelo efeito do álcool, apenas tesão emocional que bebemos dos lábios um do outro."
Afinal é isso mesmo que se busca...
O alcool é para não ir directo ao assunto... "efeito perliminar"!

Vani disse...

Este texto magnífico dá assim uma vontade de uivar... :D :)))

luz disse...

Parece que voltei na altura certa.
Que texto!!!! Só apetece experimentá-lo, "loucura" ou não...

Beijo

LBJ disse...

ST,

Pronto confesso roubei a ideia de um post teu mas que queres as boas ideias são para roubar ou vá lá pedir emprestadas :)

Na zdorovia!

LBJ disse...

Francisco,

Nem sempre há tempo para foder, mas percebo o que queres dizer :)

Um Abraço

LBJ disse...

Abobrinha,

Se conduzir não beba ou melhor se beber não conduza deixa-te conduzir :)

Beijos

LBJ disse...

Fairy,

Obrigado e olha embora tenha já passado uma semana agora sou eu que te desejo um bom fim-de-semana.

Beijos

LBJ disse...

Vani,

Olhaaa! :)))))))))

LBJ disse...

Dreams,

Infelizmente a vida não tem deixado grande "tempo" para escrever mas o próximo capitulo já está desenhado na cabeça falta passar para o papel.

Beijos

LBJ disse...

Cat,

Não és nada cota, aposto que sou mais velho que tu :) Mas olha garanto-te que a sensualidade nada tem a ver com a bebida que apenas liberta as inibições, mas aceito e percebo os teus argumentos.

Beijos

LBJ disse...

Fada,

Obrigado e sou eu que tenho estado ausente e te peço desculpa :)

Beijos

LBJ disse...

Pronúncia,

O louco poderá estar a dar em doido, mas enfim...

Bêjos

LBJ disse...

Ana,

Tu sabes que sou eu que ando ausente e até sabes porquê...

Bêjos amiga

LBJ disse...

Bongop,

A seguir depois do fumo e do fogo terás a água, daqui a uns dias...

Abraço

LBJ disse...

Rose,

Tinha saudades tuas menina...

Paraíso temporário como todo o estado ébrio :)

Beijos

LBJ disse...

Ana,

Há fantasias muito fáceis de concretizar ;)

Degustar é uma das minhas palavras favoritas :)

Beijos

LBJ disse...

MJ Pratt,

Retornas tal Corto em manhã de nevoeiro, serás tu também cigana?

Obrigado pelas tuas palavras.

Beijo

LBJ disse...

VCosta,

O Alcool ajuda não é um perliminar, a ajuda é artificial e pode ser posta em causa, mas... Há coisas piores :)

Abraço

LBJ disse...

Vani,

Uiva, uiva... mas olha que eu ainda estou um bocadinho zangado contigo, mas pronto é só um bocadinho :)

Beijos

LBJ disse...

Luz,

Bem retornada, tinha saudades, experimenta, como a Storyteller sugere a Vodka é o ideal, não dá ressaca :)

Beijos

Carlota Martin Moniz disse...

Constancinha & Carlota têm a honra de convidar V.Exa para a inauguração da casa de chá e maus costumes, que é a nossa.

Cordiais cumprimentos,
Constancinha e Carlota

Constancinha Purinha disse...

Constancinha & Carlota têm a honra de convidar V.Exa para a inauguração da casa de chá e maus costumes, que é a nossa.


Cordiais cumprimentos,


Constancinha e Carlota

Vani disse...

Zangaduuuu? atão puke? :´(

LBJ disse...

Carlota e Cininha,

Felicidades para a vossa casa que é soalheira e arejada...

LBJ disse...

Vani,

:P

Vani disse...

:D vou tomar isso como um elogio :D

entrelinhas. disse...

deliciei-me com a tua escrita. passarei por cá sempre mais vezes :)

beijo,
sara

LBJ disse...

Vani,

Reitero :P

LBJ disse...

Entrelinhas,

Bem vinda :)

Ainda bem que gostaste e volta mais vezes sim :)

Beijos