domingo, 30 de agosto de 2009

Uma casa no campo


Porque tenho andado por esta vida algumas vezes em companhia mas quase sempre sozinho, porque o Agosto está a terminar e com ele metade de uma vida, porque já não sinto o cheiro a mar nem o calor do Sol que me muda a cor da pele, porque este mundo que se estende por fios e silício me tem trazido o privilégio da amizade, porque entre o cruzar de fumos e os reflexos dourados de um copo coberto de espuma se podem trocar conversas sem tempo, porque a palavra bonita no teu caso se transcende em cambiantes que se desabrocham para alem do que os olhos vem, porque sou sincero quando digo que gostaria de roubar pequeninas partes da tua historia para romancear outras historias, porque esta canção parece ter sido escrita para ti minha amiga.


Elis Regina-Casa no campo

25 comentários:

forteifeio disse...

Já tinha saudades tuas amigo.

Abraço Forte

Fada disse...

Já te ia emailar um beijo e um carinho, mas voltaste antes!!!

:)

Agosto está quase a terminar, sim... mas tens todos os meses do ano para completar muitas vidas!

Beijitos, querido! :)

mf disse...

Back on business? Eh eh

Ana GG disse...

LBJ

OBRIGADAAAAAAAAAAA!!!!!!!!!!

;)

Ana GG disse...

E não é que eu, bruta como sou, me arrepiei dos pés à cabeça!?

Storyteller disse...

Depois de este comprido mês de Agosto acabar, vais ver que terás muitas histórias para escreveres noutras histórias.
:)))

Francisco Vieira disse...

Eu nao queria morrer sem me refugiar nesse casebre na serra, que há seculos me habita os sonhos...onde os penedos me conhecessem pelo nome e eu me refugiasse desta raça fraca que somos

Aquele abraço, Jesus

LBJ disse...

Forte,

Vamos ver se é desta que regresso amigo.

Forte Abraço

LBJ disse...

Fada,

Obrigado pelo carinho :)

O Agosto já era e o Setembro uma nova esperança de vida :)

Beijinho

LBJ disse...

Hedgie,

Alive and kicking ;)

Kisses

LBJ disse...

Ana,

Obrigado ;)

Mulher do sul deixa que o aconchego da praia e do teu ninho te sufoquem os arrepios ;)

Bêjos

LBJ disse...

Storyteller,

Quero ter muitos meses e muitas histórias para contar ;)

Beijos

LBJ disse...

Francisco,

Que o teu refugio se construa num lugar acessível e aprazível.

Somos uma raça estranha sim mas não sei se fraca.

Abraço

I.D.Pena disse...

O tempo passa a correr quando nem se olha para o calendário :)
"o Agosto está a terminar e com ele metade de uma vida"
porque não é saudável dramatizar... Hehehe

Rafeiro Perfumado disse...

Já terminou, e não deixa saudades, ao contrário da tua amiga, pelos vistos. Abraço!

catwoman disse...

Prometi e cá estou.Elis Regina é uma óptima escolha, esta música é particularmente linda. O andarmos na vida quase sempre sózinhos, é normalmente uma opção. Mas quanto menos esperamos arranjamos uma companhia que nos troca os pensamentos e as opções. Mais uma vez os fumos não, mas os reflexos dourados, já são mais apelativos.
Afinal, já percebes o que eu quero dizer com a importância "dos olhos nos olhos". Gostei do teu canto.

Pronúncia disse...

Porque é que enquanto lia estava a tentar adivinhar a quem era dedicado este post?!

Depois de ler os comentários, parece que acertei... ;)

São as coisas boas que a blogoesfera, não é LBJ?!

Bêjos do Norte

Pax disse...

Muito bonito!
Tanto a música quanto o texto! :)

LBJ disse...

I.D.

Neste caso é mesmo metade de uma vida que acabou...

LBJ disse...

Rafeiro,

Este Agosto foi um misto e ainda ssim deixará algumas saudades sim :)

Um Abraço

LBJ disse...

Catwoman,

Bem Vinda,

A Elis deixa-me sempre um aconchego e esta música sempre foi uma das minhas favoritas.

As opções nem sempre são apenas nossas :)

Obrigado.

LBJ disse...

Pronúncia,

Não te seria nunca difícil adivinhar ;)

São as coisas boas da blogosfera :)

Bêjos do centro.

LBJ disse...

Pax,

Obrigado :)

Euza disse...

Já é setembro, mas este agosto poético parece ter feito o tempo parar. Estou aqui a ler e reler este texto e não me canso de admirar sua beleza! Seja quem for a amiga tenho certeza que está feliz! E eu tb!
Beijo, moço-poeta!

LBJ disse...

Euza,

Sempre recheadas de carinho são as tuas palavras e fico feliz de te ver feliz :)

Beijos poeta e prosadora