domingo, 19 de julho de 2009

Arrumações de verão


Sou uma pessoa desorganizada por defeito e convicção, costumo citar muitas vezes uma frase que não sei a quem pertence e que me acompanha desde a juventude: “a organização é a qualidade que resta aos medíocres”, não que me ache tão brilhante que faça da bagunça uma bandeira mas na realidade, comigo o provável é a criação natural de pilhas, de papel, de livros, de dvd’s, de roupa por lavar, de lixo para reciclar, de ideias a desenvolver, enfim serei o anticristo para os arrumadinhos desta vida e o inimigo público numero um para os burocratas e daqueles que fazem da metodologia sequencial o seu credo.

Como todos os desorganizados genéticos, eu consigo funcionar maravilhosamente dentro do meu caos, quanta vezes surpreendi os meus colegas e colaboradores desesperados pela perca de um documento, com um enfiar de mão numa enorme pilha de papéis de cantos desalinhados e sacar de lá, à primeira, o tão desejado e considerado perdido para todo o sempre, claro que com um sorriso trocista, saía a inevitável frase, tira uma cópia e devolve e quando estiveres à rasca, sabes que eu tenho sempre tudo à mão, nunca ninguém percebeu que possuo aquilo a que chamo de memória relacional, consigo memorizar eventos por associação com outros eventos, a posição do documento na pilha, porque me lembrava da sequência com que o empilhei.

Claro que como em tudo, existem limites, agora sinto que a minha vida está também ele toda amontoada numa pilha e que chegou a hora de começar a reduzi-la em dimensão a escrever etiquetas em emoções e necessidades, a emparteleirar algumas coisas e decidi começar por este blog, que se iniciou como um sem importância, passou por uma procura de identidade e por ser um escape emocional e que agora quero como um veiculo de divulgação daquilo que assustadoramente me vem à cabeça, sejam emoções ou comoções, lapsos de imaginação ou histórias que quero contar. Decidi criar algumas etiquetas e vou tentar desenvolver algumas séries de textos encadeados por temáticas.

Claro que os “Privilégios do Disparate” são para continuar, estes são os meus textos sem regra, escrita crua, pura e dura onde me encontro mais nas entrelinhas do que nas palavras, escritos com a pontinha da caneta, quase sem tocar no papel, sem correcções e para leitores sem preconceitos. O meu conto que ainda não tem nome está numa fase de ainda não saber por onde ir, mas há-de lá chegar. Os contos de Incontar, vão retornar brevemente, com as versões hardcore do Pinóquio e do Peter Pan. Quero voltar a fazer inquisitórios, que vejo como a forma mais divertida de partilha e interacção com quem me lê, com a promessa de os fazer pequenos, com seis a dez perguntas. Como este blog irá continuar a ser a minha válvula de escape, haverão textos mais intimistas, escritos com outros cuidados, de palavras escolhidas a cinzel e martelinho de escultor. Vou também retomar a minha trilogia dos passarinhos, no seu objectivo inicial de cruzar personagens estereotipados em situações comuns. Por fim o Puck que está muito de malas feitas para outras paragens, terá para si a irresponsabilidade da escrita de textos sobre relações, textos incómodos de sentimentos fortes diluídos em enganos e desencontros e infortúnio e sentimentos transvestidos.

Fica também a minha vontade de maior disponibilidade de partilha na visita aos vossos cantos, porque são eles que fazem parte da minha aprendizagem, têm sido com eles que tenho aberto tantas janelas e a felicidade de vos conhecer a alguns virtualmente e a outros de olhos nos olhos, na coisa enorme que é o vosso sorrir, bem ajam por me privilegiarem.

Na prova que qualquer um pode almejar a partilhar a vida em grande companhia, bastando a alguns chegar a um vulgar cargo público, aqui vos deixo uma musiquinha.

Carla Bruni - Quelqu'un m'a dit

33 comentários:

forteifeio disse...

A desorganização pode ser uma forma de organização. Na realidade também desconfio dos muito organizados, porque são excessivamente calculistas e isso assusta-me.
Quanto ao blog, fazes bem em emprateleirar os temas e assuntos, eu já pensei em fazer o mesmo mas preciso de coragem. :)

LBJ disse...

Pois é também fico sempre de pé atrás com os organizados.

Quanto às prateleiras, se reparares já tens as coisas arrumadas é só pôr etiquetas :)

Um Abraço

Treze disse...

Venham eles, LBJ (and by the way, espero que este regresso signifique que voltas em e cheio de força!).

PS: Estava a preparar-me para uns palavrões se deixasses do Privilégio do Disparate para trás (não que os outros sejam inferiores).

LBJ disse...

Com muuuuuuuuiiiiiita força e BTW leste o privilégio no prisão de palavras? ;)


Um Abraço

Teresa Queiroz disse...

sempre para desconfiar de quem alinha os lápis por tamanhos no tampo da secretária lool

obrigado por teres aparecido :)

LBJ disse...

Pois conheço alguns assim e depois visto de perto os lápis estão bem afiados de mais :)

Foi um prazer, na próxima vez trocamos dois dedinhos :)

Uma vez mais aqui ficam os meus votos de felicidade para o sucesso do teu livro e um bocadinho de publicidade :)

rosebud disse...

Durante muito,muito tempo tentei ser organizada,mas em vão.Começo muito direitinha,escorregando logo ao virar da esquina.Desisti.Também por aqui vivem livros espalhados,roupas desencontradas,fotografias e entradas em museus das viagens feitas,mil e um escritos,pratos ladeiros em cima dos de sobremesa etc..etc...
Vai daí,ao ler "a organização é a qualidade que resta aos medíocres",embandeirei em arco.
Mas que gostava de ter as camisolas arrumadas por cores,ai isso gostava muito

Gata2000 disse...

Magoei! Eu sou organizada! Ok não tenho as gavetas organizadas por cores, nem oragnizadas de todo por vezes, não tenho o guarda-fatos com as camisas alinhadas em degradé por riscas, quadrados e lisas (conheço quem tenha) e o maridão faz-me confusão com a quantidade de cabos, papeis, roupas e o que calha espalhado pelo escritorio - e pelo resto da casa.
E não me sinto nada mediocre, tá?!
Agora que já desabafei, estou ansiosa pela partilha, já te disse antes, que te vou tentar ler, nas linhas e nas entrelinhas, a título de desafio!

:)

Jane Doe disse...

Oba Oba!

Gosto gosto!!!


Adoro a forma como escreves mas isso já sabes.

Não faz mal! Eu repito!

A D O R OOOOOO!!!!!

Vani disse...

Engraçado. O meu percurso bloguistico é/foi igual :). Neste pequeno mundo da blogosfera, podemos ver como tudo evoluí.

Eu sou uma desarrumada crónica, mas por uma razão obtusa: prefiro que esteja arrumado do que mal arrumado...como nunca encontro a catalogação ou arrumação perfeita das coisas, acabo por deixar que o caos se instale. E chega uma altura que é insuportável, na verdade...

Ok,ok, também sou preguiçosa... ahahahaha ;-)

Treze disse...

LBJ,

claro que li! Isso pergunta-se? :D

Ana GG disse...

Eu sou assim "a modos que" um misto entre a desorganização e a organização que se pode ter dentro dela (acho que não me fiz explicar mas posso sempre fazer um desenho se assim o entenderes) Ahahahah

Tenho o CD dessa música que colocaste e outro também dela (muito antes de ser a primeira dama, eheheh). Gosto de ouvir a senhora.

A tua arrumação de escrita parece-me muito bem. Eu não estou cá para essas etiquetas todas, é escrever quando me apetece, sobre o quer que seja e está a andar.

Já sentia a falta das tuas "escrituras", homem! Sempre boas de se lerem.

Bjitos, ou bêjos à algarvia, como preferires
;)

LBJ disse...

Rosebud,

Bem vinda, o problema de ter as camisolas arrumadas por cores é escolher um protocolo, temos a teoria do arco-íris e a teoria da preferência futebolista onde por exemplo para os benfiquistas se arruma começando com os vermelhos e os verdes são escondidos e os azuis ostracizados e depois tens ainda tantas teorias que o melhor é seres aleatória e dizeres para ti mesma que as arrumaste segundo uma distribuição cabalista de origem macro sintética e pronto torna-se indiscutível :)

É sempre bom encontrar que nos compreenda :)

LBJ disse...

Gata2000,

Bem vinda, vamos lá a ver, eu tenho o credo de dizer que a organização é a qualidade que resta aos medíocres, não disse que os organizados eram medíocres, pareces ser uma senhora bem capaz de num momento de vontade espalhar a vontade ao vento e assumes que não pões o maridão a dormir no sofá e a contar o numero de cantos que formam as ripas no chão flutuante da sala só porque segue o impulso natural de ser desarrumado, ora por isso tudo e porque te sentiste desafiada em vir aqui ler entrelinhas eu deduzo que de medíocre não terás nada :)

LBJ disse...

Jane,

Adoro a forma como me lês, adoro, adoro, adoro, estou a repetir-me por que adoro mesmo.

:)

Chuack

LBJ disse...

Vani,

Alma gémea, tens a certeza que não és um reflexo da minha imaginação? :)

É que Pôxas pareces mesmo eu e essa coisa da preguiça atormenta-me, eu acho que podia ser mesmo uma pessoa muito importante, sei lá até ministro se não fosse tão preguiçoso:)

Vani disse...

eu queria dizer: prefiro que esteja desarrumado a mal arrumado...

Vani disse...

LOOL, eu tb podia ser ministra, podia ser muita coisa, mas...aborrece-me...o enfado é algo que me atinge com facilidade lol.

Por este mundo fora há pessoas muito parecidas :D e por alguma razão somos mais atraídos para uns blogues/livros/filmes/musicas do que outros.

LBJ disse...

Treze,

Tá prometido um aqui, já te disse que foste o meu décimo terceiro seguidor? Sabes que eu sou muito supersticioso e que ao contrário de muitos acho que o treze dá sorte, ora manda ai uns numeros para jogar no eurobihões :)

LBJ disse...

Ana,

Tu tens um encanto de desorganização, acho que devias mesmo fazer o dinheiro que te apetecesse com isso, isso porque sei que não prescindes de fazer o que te apetece :)

Calculei que gostasses de ouvir a senhora e olha que é uma coisa digna de se ver e o Sarkocoiso é um exemplo para todos os homens, que mesmo feio como a parte de trás de um acidente entre uma carroça puxada por burros e outra de locomoção menos animal, conseguiu casar com esta coisa linda de voz de anjo :)

Bêjos

LBJ disse...

Vani,

Engraçado que eu não tinha sequer reparado no erro :)

Pois é o enfado também é um problema, às vezes vibro tanto com algo e depois de repente vai-se…

Pronúncia disse...

Obrigada, LBJ. Já não me sinto tão mal por ter pilhas de papéis e outras coisas amontoadas, mas saber sempre onde está o quê :D

Gosto de ver a evolução do teu blogue. Gosto de ver que resolveste partir para uma nova etapa.

Ando a arranjar coragem para dar uma volta ao meu.
Só ainda não sei se o vou arrumar e desorganizar ou desarrumar e organizar... a ver vamos!

Treze disse...

LBJ,

por acaso não tinhas dito nem eu tinha reparado :)

Acho que no caso, a haver sorte, é minha, pois não há escritas destas por aí aos pontapés. Nem sequer aos piparotes :)

Quanto a superstições, no fim de tudo saberei. Apesar de muita coisa em contrário, tenho que afirmar que tenho tido mais sorte que azar :)

PS: A saber os números, quanto muito posso partilhá-los :D. Há muito os espero...

luz disse...

Ui.
Eu sou desarrumada, desorganizada, confusa, no interior e no exterior. Vivo imersa no meu caótico mundo, se o abanam lá se vai a estrutura e perco-me de vista.
Well, parece que tenho muito a evoluir. Mas é bom ter consciência disso :)
Beijo

LBJ disse...

Pronúncia,

É sempre um prazer dar uma explicação complicada para algo simples de explicar :D

Arruma e desarruma, organiza e desorganiza o importante é continuares porque és uma das pessoas mais constantes na blogoesfera, constante em qualidade e inovação :)

LBJ disse...

Treze,

Não partilhes se não calha pouco a cada um ;) Sabes que isto da sorte e do azar está muito ligado ao estado de espírito que temos e que nos faz ver a mesma coisa por prismas diferentes.

LBJ disse...

Luz,

Parece que de repente somos todos muito parecidos e eu que pensava que era assim um bicho raro a olhar de soslaio :)

Será que precisamos mesmo de evoluir neste aspecto?

Beijo

Pearl disse...

Cá estarei para ler-te!

beijinho

Ju disse...

Vim "matar" a curiosidade ;)
Gostei da tua desorganização.
B.Ju

LBJ disse...

Pearl,

Nada me dará mais prazer :)

Beijinhos

LBJ disse...

Ju,

Bem vinda, como sei que tens bom gosto, mais contente fico por teres gostado da minha desorganização :)

Assim já somos 26 ;)

B's

Fada disse...

Huummm...

Eu noto que a desarrumação na minha casa está intimamente ligado ao meu estado emocional.
Não deixa de ser engraçado.

Mas uma coisa é certa, quando arrumo algo naquele sentido de "vou arrumar isto aqui e já não me vou esquecer", nunca mais o vejo! lol

Beijitos :)

LBJ disse...

Fada,

Eu também, guardo sempre tão bem que muitas vezes é para sempre, o pior é o passaporte, que nas vésperas de qualquer viagem, passo horas a procurá-lo :D

Beijos